Dossiê: Anton Pannekoek (1873-1960)

Anton Pannekoek (1873-1960) é um dos mais importantes autores marxistas do século 20. A sua importância se revela por intermédio de mais de meio século de trabalho intelectual e prática política coerente ao projeto revolucionário que tanto contribuiu para desenvolver.
A propósito dos 60 anos do falecimento do grande teórico marxista dos conselhos operários, o portal Crítica Desapiedada preparou um dossiê com diversos textos, entrevistas e livros disponibilizados em português.


Introdução ao Pensamento de Anton Pannekoek (Nildo Viana)

Periodização da Trajetória Política de Pannekoek

Primeira fase: 1899 – 1913: Crítica da Social-democracia e vínculo com o Partido Operário Social-Democrata (SDAP). Publicações nas revistas Nieuwe Tijd, Neue Zeit, etc. e no jornal De Tribune (grupo tribunista) com Herman Gorter e Henriete Roland-Host

Segunda Fase: 1914 – 1920: Pertencimento ao “socialismo radical”, à esquerda de Bremen (Pannekoek, Gorter), publicações na De Nieuwe Tijd e oposição à Social-Democracia Alemã no período da I Guerra Mundial

Terceira Fase: 1920 – 1960: Vínculo inicial com o KAPD (Partido Comunista Operário Alemão) nos anos 1920, adesão ao Comunismo de Conselhos (GIC – Grupo de Comunistas Internacionalistas em 1927, etc.) e ruptura com a militância nas organizações burocráticas

Debates/Cartas

Entrevistas

Livros

Sobre Anton Pannekoek

Sobre os Comunistas de Conselhos

4 Trackbacks / Pingbacks

  1. | Passa Palavra
  2. Comunismo e Religião (1) – 🏴 Federação Anarquista
  3. Comunismo e Religião (2) | Passa Palavra
  4. Comunismo e Religião (2) – 🏴 Federação Anarquista

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*