Live Experiências de Luta: Movimento de desempregados e luta de classes: 18 anos do Massacre de Avellaneda

Ementa:
No dia em que o Massacre de Avellaneda (26/06/2002) completa 18 anos, o Crítica Desapiedada convida Lisandro Braga, marxista autogestionário, prof. de Sociologia Latino Americana/UFPR e estudioso da sociedade argentina contemporânea, para discorrer sobre os vínculos existentes entre a repressão estatal e os discursos jornalísticos na Argentina, em uma conjuntura de aguda crise de acumulação, acompanhada de um elevado grau de mobilização e contestação social, oriunda principalmente do movimento de desempregados (movimento piqueteiro) da região da Grande Buenos Aires (GBA). Sem sombra de dúvidas, tal movimento representou um dos maiores obstáculos ao avanço das formas de regularização neoliberal na Argentina. E por essa razão, tornou-se o principal alvo da repressão estatal argentina, que buscou destruí-lo definitivamente no episódio ocorrido no dia 26 de junho de 2002 na GBA: o massacre policial na estação de Avellaneda. O propósito fundamental dessa iniciativa é demonstrar como o bloco dominante (burguesia, burocracia, intelectualidade etc.) busca inventar inimigos imaginários (vândalos, delinquentes, radicais, comunistas etc.) para legitimar episódios de repressão estatal extremamente violentos contra as classes inferiores (operários, lumpemproletários, serviçais etc.) que ousam lutar contra um mundo de exploração sem limites.

Data: 26/06
Horário: 19 Horas
Ative o lembrete da Live em nosso canal do Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=ctS8CAyir9U

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*