A Escola de Frankfurt, ou a Cooperação entre Marxismo e Psicanálise a Expensas do Marxismo – Michael Schneider

21 de agosto de 2020 Crítica Desapiedada 1

A contribuição da Escola de Frankfurt para a controvérsia marxista-psicanalítica consiste em ter desmascarado as tentativas teóricas e práticas de mediação dos freudiano-marxistas alemães, na forma de reduções, estilizações, ou revisões das “teorias críticas” – o que, além do mais, tendeu a resultar numa perigosa psicologização dos problemas sociais e políticos.